segunda-feira, 26 de março de 2007

Rancores de um homem só

Tudo que escrevo são resumos semanais
Arranhões deixados por rancores matinais
Mas eu acredito que um dia serei capaz
De falar sobre coisas boas um pouco mais

E não ficar apenas reclamando todo o tempo
De coisas sobre as quais tenho nenhum embasamento
Mas o que vou fazer se há um grande vazamento
Por onde escapa tudo, todos os meus sentimentos

Tento pensar em flores, arco-íris, tempo bom
Mas as nuvens são densas, a dor imensa, eis quem sou
Um crítico mudo disso tudo, um sonhador

Há alguns que ainda dizem que existe salvação
Que ainda posso me juntar à multidão
Mas algo no inconsciente, além da razão
Mostra que serei feliz mesmo na solidão

Como um exército de um homem só
Derrubando os inimigos sem nenhum pingo de dó
E assim lutar por uma vida bem melhor
Transformar tristeza e miséria, tudo em pó

E assim pra sempre meu coração me conduz
A passos firmes e largos, caminhando até a luz
Sozinho e decidido, entre a espada e a cruz

14 comentários:

O Filho da Revolução disse...

Quanta pobreza poética e besteira profética...

Já fui melhor...

Otávio JC Duarte disse...

Melhor só a mal acompanhado no meio de uma multidão perdida que não sabe pra onde vai e apenas sobrevive à mercê dos fatos sem participar ativamente. Salvem os poetas, salvem os poetas !! E minha garrafa de uísque !!

Daniel Fernandes Vieira disse...

que isso meu amigo...não acho besteira de forma alguma!É algo que vem das entranhas, e poucos conseguem expor... alías... creio que poucos sentem isso, quando querem viver de carnaval!
Há algum tempo eu fiz um texto quase idêntico ao teu! só que meu hd fez o favor de apagar...

"Eu queria escrever algo meloso
que fale de dor e de sentimento
mas acho isso tão perigoso
para vcs então só mostro meu lamento"

seu texto é excelente! é bom ver que não sou o único insano nesse mundo
kkkkkkkkkkkk

abraço!!

Johny Farias disse...

Legal Brunão!

Mas não se preocupe tanto em fazer rimas, nem sempre é a melhor opção.

Mas ficou legal, digo isso por quê
as rimas fogem de mim
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Abraço Velho!

O Filho da Revolução disse...

Daniel, não sei quem é insano: nós ou o resto do mundo!
:)

Johny, eu sempre me preocupo demais com as rimas hehehe!
Mas essa eu me preocupei mais porque, inicialmente, eu fiz com base na melodia de "A hora do trem passar". Mas depois acabei mudando, só que já era tarde!

A Fernanda disse...

Meu querido... o rimado nem sempre é a melhor forma... pode empobrecer um pouco o texto. Apesar de ter adorado por demais este texto, de admirar infinitamente tua facilidade de expressão, esse é mais um toquezinho da titiajornalistacineastablogueirabebum...

Bjo

Daniel Fernandes Vieira disse...

eu gosto de rimas :(
não faço nada sem elas... XD

Carpinteiro do Universo disse...

Muito bom cara!!

Gostei muito!
Belo texto.

Eunice disse...

Bonito texto! E quem disse que as rimas empobrecem? Elas até podem ser pobres, mas vez ou outra, caem bem... lembram aquelas poesias boas pra serem declamadas, mesmo que ao fundo haja uma música triste... é isso o que me preocupa...
Este poema é mais que um texto, eu sei. Não é um tributo a Fernando Pessoa e seu "O poeta é um fingidor"! Abre teu coração e põe pra fora o que te consome...

Bjaozao cheio de amor...

Daniel Fernandes Vieira disse...

uai... bora postar coisa nova aí meu camarada!! :D

kakah_gm disse...

é você quem escreve esses poemas inteligentão ? 8) nossa, está de parabééns! achei muito lindo esse ultimo, poeta ;) siga sua carreira de jornalista, escritor ou crítico! vai se dar bem! beeeijo :*

Nanda Seixas disse...

Caraca Bruno..parabens...
Me ensina a ser inteligente?!?!?!

Cara to de queixo caido!!!!

bjs

Maiara Magni disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maiara Magni disse...

Gostei das rimas
Gostei do conteudo
Gostei de tudo!!!

E tu sab neh?!!
É por essas e outras que vou te empresariar um dia!!!!!!!!!!!!!




Bruno Couto um "homem" de idéias!!!!!
adoroooooooooooooooooooo teus textos
(os q conheço ao menos!!)

"eu quero mesmo é rimar amor com dor"!!!!!!!!!!!!!!1