quinta-feira, 8 de março de 2007

Um brinde aos nossos conceitos

Existem, tanto no Brasil quanto no mundo, quase tantas datas comemorativas (dias santos, feriados, “dias de alguém”) quanto dias em um ano. Se a metade dessas datas fosse feriado, o planeta viveria de folga.
Hoje, pra variar, encontramo-nos em um dia “com dono”: o Dia Internacional da Mulher. E, enquanto muitas delas enchem suas bocas para dizer coisas do tipo “hoje é MEU dia!” e “nós temos um dia só nosso, os homens não!”, me flagro fazendo novas reflexões – e críticas – sobre o calendário ocidental.
Para começar, questiono: por que as mulheres ficam tão felizes tendo um dia em homenagem a elas? Desde que me conheço por gente, todos os dias são de todo mundo, ou agora nós, homens, ganhamos os outros 364 de presente? Sendo assim, todas as lutas e ideologias feministas cairão por terra, entregando de bandeja o poder (praticamente um ano inteiro no comando) às criaturas do gênero masculino e jogando fora a tão sonhada igualdade entre os sexos. Imagino não ser este o desejo feminino.
E, em segundo lugar, apresento outra questão: comemoramos o que mesmo? Eis a resposta: no dia 8 de março (hoje), a morte de um monte de mulheres em uma fábrica; no Dia da Consciência Negra (20 de novembro), o falecimento de Zumbi dos Palmares, grande herói brasileiro; Dia do Trabalho (1 de maio), é a vez de brindar à bomba que matou 11 pessoas em Chicago; na Páscoa, embora não tenha data exata, comemora-se a morte de Jesus Cristo. Sem falar que, a cada feriado, inúmeras pessoas morrem nas tradicionais tragédias comemorativas.
Creio, mediante esta rápida análise dos fatos, que é imprescindível a revisão dos nossos conceitos de feitos a celebrar.

5 comentários:

Daniel disse...

Bem realista o texto Bruno...

É isso mesmo, precisamos rever nosso conceito de celebração.

E com tantos feriados errantes, onde vamos parar? 1/3 do ano é feriado...por isso a economia do país não cresce..

A Fernanda disse...

E tem mais um feriado por vir...



14 de abril... =D
não é morte, bem pelo contrário... um super nascimento... hahahahahha
=D

Otávio JC Duarte disse...

Dia 08 de março é o dia que mais se vende tanque de lavar roupa no mundo. Um viva às mulheres !!

Johny Farias disse...

É Bruno, tantos e tantos feriados
o pior de tudo é que o povo adora isso, isso para um pais..não é atoa
que há Bovespa está sempre lá em baixo, e junto nosso tão pequeno Real.
Mas eu não gastaria um bom vinho
nem uma boa taça de Champagne brindando os "conceitos". ja não existe mais isso., ou melhor existe sim mas ja não são os mesmo
de antes.

Belo texto irmão
Abraço!

Daniel Fernandes Vieira disse...

O Brasil é um país maravilhoso!

Pra quem quer viver na vagabundagem
tem até bolsa esmola pra ajudar...

Um país que vive à espera dos feriados, ano após ano...

abraço!